casa-dos-sonhos-last-remaining-weeks.jpg.png

O que fazer em Burgos, Espanha - itinerário de 2 dias

Burgos é a capital oficial da região de Castela e Leão. Assim como muitas cidades do norte de Espanha, Burgos oferece os típicos edifícios de pedra escura e cozinha saudável. Entre os seus marcos icónicos está uma catedral gótica francesa. A cidade é uma das várias paragens do Caminho de Santiago, atraindo centenas de peregrinos anualmente.

O nosso itinerário de dois dias inclui as melhores atividades a fazer em Burgos, desde visitas a igrejas medievais e castelos a museus e praças animadas. Também incluímos sugestões de restauração e alojamento para a sua estadia.



Dia 1

Pela manhã: Catedral de Burgos

A nossa jornada começa com uma visita à Catedral de Burgos. Este Património Mundial da UNESCO demorou 40 anos a ser concluído. A construção iniciou-se em 1221 e só foi terminada em 1261. O que começou como uma estrutura simples romanesca é agora reconhecida como uma estrutura gótica francesa. Ao entrar pela praça Praça de Santa Maria, pode visitar a Capela de Santíssimo Cristo com o seu crucifixo do século XIII e a Capela de Santa Tecla, que apresenta um teto impressionante. Mas vale a pena explorar a catedral no seu todo, admirando o deslumbrante altar com os seus detalhes dourados e a cúpula estrelada debaixo da qual se encontra o túmulo de El Cid, um líder militar da época medieval considerado como um herói nesta região. O anexado Museu da Catedral alberga uma coleção de pinturas a óleo, tapeçarias e outros itens religiosos.



Praça de St. Maria

Depois de visitar a catedral, saia pela Praça de Santa Maria e vire para capturar as famosas torres da catedral. Estas duas estruturas seguem um estilo semelhante às catedrais de Paris e Reims. Ainda na praça encontra-se a Fonte de Santa Maria, uma das fontes mais antigas de Burgos, que remonta a 1395.



Igreja de San Nicolás de Bari

Mesmo ao virar da esquina da praça encontra-se a Igreja de San Nicolás de Bari, uma igreja do século XV considerada um tesouro da arquitetura gótica. Esteve em ruínas durante algum tempo, mas em 1911 um projeto de restauração levou a igreja à sua plena glória. A sua atração principal é o esplêndido retábulo renascentista castelhano cheio de esculturas ornamentadas. Esta obra de arte foi criada pela oficina de Colónia, que também concebeu muitos outros monumentos em redor de Burgos. Outras atrações incluem os túmulos góticos da família Polanco, que pagou grande parte do design interior da igreja, e as tapeçarias flamengas apresentadas no museu adjacente.



Arco de Santa María

Continue a sua caminhada em direção ao Arco de Santa Maria. Parte das muralhas do século XVI, este foi outrora o portão principal da antiga cidade. Por vezes são realizadas exibições temporárias no interior, mas o edifício em si vale a pena devido à sua fachada ornamentada coberta de estátuas de reis e nobres. A porta liga-se à ponte de Santa Maria.



Pela tarde: Paseo del Espolón

Conhecido como “El salón de la ciudad”, este passeio ao longo da margem norte do rio Arlanzón é o local perfeito para um passeio tranquilo ao longo da cidade. O caminho forrado de árvores, lâmpadas a gás de ferro do século XIX e esculturas atrai todos os dias os habitantes locais, que aqui vêm para fazer exercício ou relaxar num dos muitos cafés espalhados em redor.



Casa Del Cordón

A próxima paragem é a Praça La Libertad. Nesta encantadora praça encontra-se um palácio do século XV construído para o Alto Condestável de Castela. Foi aqui que os monarcas católicos, Fernando II e Isabel I, acolheram Cristóvão Colombo no seu regresso da sua viagem às Américas, em 1497. Hoje, a Casa del Cordón alberga um banco e um espaço de exposições.



Praça Mío Cid

Dê um passeio pela Praça Mío Cid, onde poderá admirar a estátua do herói espanhol El Cid e continue até à Ponte de San Pablo para capturar o rio e os seus exuberantes arredores.



Museu da Evolução Humana

Atravesse para a outra margem e siga para o Museu da Evolução Humana, um dos museus mais impressionantes da cidade. Aqui pode aprender tudo sobre a evolução humana, começando com a exposição de cave em Atapuerca, um sítio arqueológico a norte de Burgos onde descobriram o fóssil humano mais antigo da Europa. Há também uma secção sobre Charles Darwin e o seu trabalho de investigação. Pode passar facilmente uma hora aqui.



Cartuxa de Miraflores

A nossa última paragem é na Cartuxa de Miraflores, localizada a 4 km a leste do centro da cidade. Para chegar aqui, pode seguir o passeio ao longo do Rio Arlanzón, que demora cerca de uma hora, ou apanhar um taxi. Antes de se tornar um mosteiro, este era um local de caça para o Rei João II de Castela. Desde o século XV, é ocupado por monges. No seu interior, pode encontrar muitos elementos góticos e renascentistas como o altar dourado, com ouro das primeiras remessas da América, e os túmulos esculpidos de João II de Castela e Isabel de Portugal.



Dia 1 - Mapa Turístico de Burgos


Dia 2

Pela manhã: Museu de Burgos

TPara aprender mais sobre a história da cidade, vale a pena visitar o Museu de Burgos. Alojada numa mansão do século XVI, exibe exposições sobre pré-história e arqueologia, cobrindo artefactos encontrados em Burgos e na região de Castela e Leão. Fósseis humanos de Trinchera Dolina em Atapuerca, túmulos góticos e vestígios da cidade romana de Clúnia, antiga cidade de Hispânia, são alguns dos destaques deste museu. Encontrará também várias salas com arte pré-românica e contemporânea.



Mosteiro de Santa Maria la Real de Las Huelgas

A cerca de trinta minutos a pé do museu encontra-se o Mosteiro de Las Huelgas, um dos mosteiros mais notórios de Espanha. Fundado em 1187 por Leonor de Inglaterra, filha de Henrique II de Inglaterra e esposa de Afonso VIII de Castela, este mosteiro é ainda o lar de cerca de 30 freiras cistercienses. Só se pode aceder ao mosteiro através de uma visita guiada. Os horários mudam a cada estação do ano, por isso certifique-se que ligue antecipadamente para confirmar. No interior encontra-se o Museu de Ricas Telas, exibindo uma coleção de túnicas com jóias e trajes reais. Durante a visita, verá também os túmulos de numerosos reis e rainhas, um claustro românico e um impressionante altar dourado da Renascença.



Pela tarde: Castelo de Burgos

Regresse ao centro da cidade e dirija-se ao Castelo de Burgos. O edifício original e as fortificações são do século IX, mas passou por várias renovações após um incêndio em 1736 e um ataque napoleónico em 1813. Há um pequeno museu no seu interior com exposições sobre a história de Burgos.



Miradouro do Castelo

A alguns passos do castelo está o Miradouro do Castelo. É uma subida íngreme para chegar aqui, mas as vistas panorâmicas da cidade compensam-na. Daqui, pode observar a catedral e muitos outros edifícios icónicos. Se não quiser caminhar, pode também chegar ao miradouro de carro.



Plaza Mayor

Termine o dia na Plaza Mayor (Praça Central), o coração da cidade. Esta praça está ocupada desde a manhã até ao amanhecer. As ruas circundantes estão repletas de bares onde se pode parar para tomar tapas e vinho. Há muitos peregrinos que descansam aqui, fazendo uma pausa do Caminho de Santiago. No verão, não perca o Tinto de Verano, uma mistura de limonada e vinho servido com muito gelo.



Dia 2– Mapa Turístico de Burgos


Outras atividades em Burgos:

Caminho de Santiago: Burgos é frequentemente um ponto de descanso para milhares de peregrinos que seguem o caminho histórico que conduz à Catedral de Santiago de Compostela. O percurso pelo interior da cidade passa por uma zona industrial, pelo que não é o mais cénico, mas a secção em direção a Leão leva-o ao longo dos campos de trigo. O percurso está sinalizado com a famosa concha da vieira.


Mosteiro de Santo Domingo de Silos: Este impressionante mosteiro beneditino foi construído no século VII e é um dos marcos da região. Fica a uma hora de distância de Burgos. As visitas guiadas são frequentemente dadas por um dos monges que aqui vivem. Se tiver sorte, pode apanhá-los a cantar os seus famosos cânticos gregorianos.


Bodegas Portia: Burgos faz parte da rota do vinho Ribera del Duero. Aqui pode visitar uma das adegas locais como Bodegas Portia. O edifício em si vale a pena ser visto, pois foi projetado pelo arquiteto britânico Norman Foster. Durante a visita poderá conhecer o seu moderno processo de vinificação. A visita termina com uma sessão de degustação onde se pode provar algumas das especialidades da bodega, servidas com algumas tapas.



As melhores atividades a fazer com crianças em Burgos

Burgos oferece algumas atrações familiares. As crianças vão gostar de explorar o castelo da cidade ou dar um passeio ao longo da margem do rio conhecido como Paseo del Espolón. Existem também alguns museus interativos como o Museu da Evolução Humana, onde podem ver alguns dos fósseis mais antigos da Europa.


Na periferia da cidade encontra-se o Paleolítico Vivo, um parque de vida selvagem que oferece percursos pedestres e passeios de safari. Aqui é possível avistar espécies raras como a bisão europeu e o cavalo Przewalski.



Onde comer em Burgos

Burgos é o local perfeito para uma amostra de uma variedade de pratos castelhanos. A cidade é conhecida pelos seus pratos de carne. Entre eles está a morcela, um enchido de carne feito com sangue de porco, manteiga, arroz e cebola, normalmente servida como tapa. Há também o cordero lechal (borrego de leite) e as chutetillas de cordero (costeletas de borrego). Outras iguarias regionais incluem queijo de ovelha, cangrejos de rio (caranguejos de rio) e vegetais como lentilhas e alubias rojas (feijão vermelho) Para sobremesa, não perca o postre del abuelo (sobremesa do avô) feito com queijo de Burgos, mel e nozes. Abaixo encontram-se alguns dos melhores locais para comer em Burgos:

  • Cobo Tradición: O chefe Miguel Cobo está por detrás deste restaurante inovador, dando uma volta criativa aos pratos clássicos espanhóis como guisados e conservas.


  • La Fábrica: Gerido pelo chefe local Ricardo Temiño, este restaurante de ingredientes naturais centra-se em ingredientes sazonais. Oferece uma mistura de pratos de carne e peixe, com menus definidos e meias porções disponíveis.


  • La Favorita: Esta barra de tapas acolhedora destaca-se pelas suas vigas de madeira e paredes de pedra. É famosa pelos seus pratos de carne grelhada cozinhados na brasa. Os vinhos da casa também merecem ser provados.


  • Casa Ojeda: Fundada em 1912, este restaurante tradicional é um local de jantar clássico em Burgos, conhecido pelos seus pratos de borrego assado.


Onde ficar em Burgos

  • Hotel AC de Marriott Burgos (4 estrelas): De frente para o rio Arlanzón, este hotel de quatro estrelas oferece varandas com vistas panorâmicas. O impressionante edifício caiado de branco fica apenas a alguns passos do Arco de Santa Maria. Os hóspedes têm acesso a uma sala de fitness e um salão onde estão disponíveis refeições e bebidas ao longo do dia.


  • Hotel NH Collection Palacio de Burgos (4 estrelas): Ocupando um palácio gótico do século XVI, este hotel de luxo combina elementos modernos e tradicionais. Os quartos dispõem de quatro camas e pisos de madeira dura. Outras comodidades incluem um restaurante, um bar e um ginásio.


  • Crison Mesón del Cid (3 estrelas): Este hotel acessível oferece uma localização privilegiada em frente à catedral da cidade. Os quartos oferecem uma decoração clássica com mobiliário de madeira, chão de terracota e camas de ferro forjado. Alguns até têm vista para a catedral. Há também um restaurante no local onde é servido o pequeno-almoço.



Melhor altura para visitar Burgos

A melhor altura para visitar Burgos é entre junho e outubro. Durante este período, terá um clima quente e praticamente nenhuma precipitação. Durante o verão, a temperatura máxima é de cerca de 30ºC durante o dia e 20ºC durante a noite. No inverno, as temperaturas descem significativamente, chegando por vezes a -10ºC à noite.



Festivais de Burgo

  • Semana da Páscoa: A Semana da Páscoa é uma das festas mais populares em Burgos. Durante este tempo, uma série de irmandades religiosas desfila pela cidade. As celebrações começam na chamada Sexta-Feira das Dores (Viernes de Dolores) com um rosário penitencial iluminado por torchas. Depois vem o Sábado da Paixão com o Anúncio e Proclamação da Semana da Páscoa e o Domingo de Ramos com a procissão borriquita (burrinho). Na Segunda-Feira Santa, as Estações da Cruz são celebradas ao crepúsculo, partindo da Igreja de San Esteban até ao castelo.


  • Festival Internacional Folclórico de Burgos: Durante a terceira semana de julho, Burgos dá as boas-vindas ao Festival Internacional Folclórico. A cidade convida vários grupos folclóricos e artistas de países de língua espanhola. As festividades tomam conta das praças da cidade e incluem workshops, desfiles, música ao vivo e comida de rua.


  • Burgos Cidiano: Entre finais de setembro e princípios de outubro, Burgos regressa ao século XI, transformando-se numa etapa medieval. Conte com desfiles, mercados e recriações históricas, prestando homenagem ao icónico herói espanhol, El Cid. Os visitantes são livres de visitar e participar nos vários workshops relacionados com a Idade Média.


Voltar para Espanha Tours